//
você está lendo...
EDIÇÃO 2

E2- 69 Pesquisa de clima organizacional: academia forma e equilíbrio

Ketty Kelly dos Santos[i]
Karlysson de Castro[ii] 

RESUMO 

O assunto que será discutido neste artigo aborda o processo de consultoria realizado na academia Forma e Equilíbrio, visando apresentar a pesquisa de clima organizacional como modelo de ferramenta usada na coleta de dados neste processo, já que o clima organizacional é o reflexo da cultura da organização. Portanto, o presente artigo trata de elucidar os conceitos de cultura e clima organizacional com o intuito de relacionar a teoria com a prática do estágio de Psicologia Organizacional I e II, realizado na Academia Forma e Equilíbrio.

Palavras-chave: Consultoria. Cultura Organizacional. Clima Organizacional e Pesquisa de Clima.

 

Os processos de consultoria e assistência técnica em recursos humanos realizados na Academia Forma e Equilíbrio tiveram como objetivo o aperfeiçoamento da organização, conduzindo-a a níveis melhores de eficiência e eficácia, através de uma atuação apropriada nos processos intervenientes e mediadores para modificar os insumos organizacionais, determinando o desempenho da organização. As atividades eram pautadas em intervenção de curto, médio e longo prazo e planejamento de estratégias. 

O trabalho partiu da sensibilização dos funcionários para o envolvimento e comprometimento com o sucesso das mudanças e a implantação do setor de Gestão de Pessoas; foram também realizadas observações do ambiente, caracterização da organização, entrevistas, pesquisas, aplicação de teste e treinamentos. As atividades desenvolvidas na Academia foram o Diagnóstico Organizacional, a Pesquisa de Clima Organizacional, o Desenvolvimento gerencial e de equipes, e o Treinamento e desenvolvimento de pessoas. 

O artigo tratará diretamente da pesquisa de clima realizada na Academia Forma e Equilíbrio. Porém, antes de falar sobre a pesquisa de clima, torna-se necessário explicar o que é a cultura e o clima organizacional, pois eles estabelecem como as pessoas agem e interagem dentro da organização.

 

 Cultura e Clima Organizacional

A cultura organizacional é um conjunto de valores, crenças e tecnologias que são mantidas unidas pelos mais diferentes membros, independente dos níveis hierárquicos, ela esta ligada às dificuldades e às operações do dia a dia da organização como as metas e os objetivos organizacionais (CHIAVENATO, 1999).

A cultura organizacional irá produzir, juntamente com os mais diferentes públicos; como a sociedade e o mercado; o conjunto de percepções, ícones, índices e os símbolos que podem ser chamados de imagem corporativa (NASSAR, 2000, apud LIMA; ALBANO, 2002).

 A cultura organizacional pode sofrer mudanças ao longo do tempo, mesmo que a organização resista, pois a cultura não é algo pronto e acabado, ela está em constante mudança e irá variar de acordo com a sua história e seus atores (CHIAVENATO, 1999). 

Vale ressaltar que algumas organizações estão inseridas em um mesmo contexto social, econômico e cultural. Porém, apresentam características singulares, já que o modelo de gestão, o tipo de liderança, o comprometimento dos colaboradores e o seu meio social local fazem a diferença para que ocorram algumas distinções em cada organização. Por esse fato, torna-se indispensável uma análise do clima organizacional antes de fazer qualquer intervenção. 

O clima organizacional é analisado de acordo com cada elemento da cultura organizacional, como os valores, políticas, tradições, costumes gerenciais, comportamentos e expressões dos colaboradores envolvidos. Ele influencia diretamente e indiretamente nos comportamentos, na motivação e na produtividade dos colaboradores. 

Pode-se dizer, então, que o clima organizacional incorpora características ou atributos relevantes ao ambiente interno, que é experimentado por todos os membros da organização, porém ele não é estático, mas sim dinâmico. Segundo Chiavenato (1999), o clima organizacional é um dos principais elementos de uma organização. Ele é constituído pelos sentimentos, a maneira como as pessoas interagem entre si e como elas interagem em seu ambiente interno e externo.

Além disso, segundo Luz (2001, apud, LIMA; ALBANO, 2002), o Clima demonstra o grau de satisfação tanto material como emocional dos colaboradores de uma organização. Dessa forma, ele deve ser favorável. Mas, para isso, e necessário que ocorra um equilíbrio na relação da organização com os colaboradores e dos colaboradores com a organização, e a pesquisa de clima serve para identificar e medir as variáveis que permeiam significativamente o clima dentro de uma organização.   

De posse da importância teórica acima apresentada sobre a cultura e o clima organizacional, foi realizada na Academia Forma e Equilíbrio a aplicação do Questionário de Diagnóstico Organizacional (QDO)[iii], como uma ferramenta para diagnosticar o clima da organização e mensurar as variáveis que influenciam o comportamento humano na Academia. O seu reflexo em oito indicadores é especificado no gráfico abaixo.

 O resultado obtido no QDO, de acordo com o gráfico, é um retrato da média dos oito indicadores pesquisados junto aos 25 colaboradores da Academia. Os colaboradores pesquisados revelam satisfação com a postura em relação à empresa, demonstrando comprometimento, responsabilidade e interesse pelo que realizaram. Eles revelam, também, que a organização tem condições favoráveis para o exercício da mudança de inclusão de novos processos.  

Os mecanismos de integração entre as diversas áreas da empresa, assim como a comunicação interpessoal, atendem as necessidades e as expectativas dos colaboradores. Os sistemas de recompensa financeira e de reconhecimento profissional estão adequados ao mercado e, segundo eles, o relacionamento interpessoal é satisfatório. Os colaboradores afirmaram que a liderança utiliza instrumentos eficazes para a comunicação interpessoal e motivação dos colaboradores, além disso, revelam uma boa satisfação no que se refere ao ambiente físico, divisão e organização das funções dos cargos. E, de acordo com o gráfico, pode-se afirmar que os colaboradores revelaram possuir um conhecimento adequado sobre os objetivos da organização.  

No geral, o diagnóstico de clima da Academia Forma e Equilíbrio apontaram rendimento satisfatório nos indicadores avaliados na pesquisa, o que revela bom nível de satisfação dos funcionários em relação à organização. Portanto, pode-se afirmar que a pesquisa de clima organizacional é uma ferramenta para diagnosticar e identificar as variáveis da cultura organizacional no âmbito geral ou de áreas específicas; e a forma pela qual elas influenciam o comportamento humano na empresa, além de identificar se os padrões culturais existentes na empresa facilitam ou dificultam a introdução de inovações.

   

REFERENCIAS 

CHIAVENATO, Idalberto. Administração de Recursos Humanos. Fundamentos Básicos.  São Paulo: Atlas S.A, 1999. p. 194. 

CHIAVENATO, Idalberto. Gestão de Pessoas. O novo papel dos recursos humanos nas organizações. Rio de Janeiro: Campus, 1999. p. 457. 

LIMA, Súsi M. Barcelos e; ALBANO, Adriana Gaffrée Burns. . Rev. CCEI – URCAMP, v.6, n.10, p. 33-40 – ago., 2002. Um Estudo sobre Clima e Cultura Organizacional na Concepção de Diferentes Autores. Disponível em: http://www.facape.br/ruth/adm-comortoran/oneitodecultura__climaorganza ional.pdf. Acesso dia: 25/11/2009 

LUZ, Janine Pacheco da. Metodologia para análise de clima organizacional:um estudo de caso para o Banco do Estado de Santa Catarina. Florianópolis: UFSC, 2001. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção), Universidade Federal de Santa Catarina, 2001. Disponível em: http://www.estela.ufsc.br/defesa/pdf/10805/pdf. Acesso em: 1º maio 2002. Apud LIMA, Súsi M. Barcelos e; ALBANO, Adriana Gaffrée Burns. Um Estudo sobre Clima e Cultura Organizacional na Concepção de Diferentes Autores. Rev. CCEI – URCAMP, v.6, n.10, p. 33-40 – ago., 2002. Disponível em: http://www.facape.br/ruth/adm-comortoran/oneitodecultura__climaorganza ional.pdf. Acesso dia: 25/11/2009 

NASSAR, Paulo. História e cultura organizacional. In: Revista Comunicação Empresarial – Nº 36, 2000. Apud LIMA, Súsi M. Barcelos e; ALBANO, Adriana Gaffrée Burns. . Rev. CCEI – URCAMP, v.6, n.10, p. 33-40 – ago., 2002. Um Estudo sobre Clima e Cultura Organizacional na Concepção de Diferentes Autores. Disponível em: http://www.facape.br/ruth/adm-comortoran/oneitodecultura__climaorganza ional.pdf. Acesso dia: 25/11/2009.


[i] Acadêmica do Curso de Psicologia do Centro Universitário Newton Paiva. 

[ii] Professor supervisor de estágio do curso de Psicologia do Centro Universitário Newton Paiva. 

[iii]  QDO: Questionário de Diagnóstico Organizacional desenvolvido pela professora e coordenadora do LAGEP Denise Rossi.

Discussão

Os comentários estão desativados.

Núcleo de Publicações Acadêmicas Newton Paiva

A REVISTA DE PSICOLOGIA é uma publicação do Curso de Psicologia e desenvolvida pelo Núcleo de Publicações Acadêmicas do Centro Universitário Newton Paiva